Curiosidades - Daruma - 達磨

Quem nunca foi passear no tradicional bairro da Liberdade e nunca se deparou nas lojas com um boneco redondo, barbudo e vermelho? Esse é o Daruma (達磨), um boneco que representa o Bodhidharma, fundador do Zen Budismo, que é uma vertente da religião budista. O Daruma é considerado pelos japoneses como um símbolo de boa sorte e perseverança, e desde sua criação é um talismã que traz boa sorte para a colheita, trabalho, e não é muito difícil encontrar um político que pinta o segundo olho quando consegue se eleger.


Acredita-se que Bodhidharma viveu entre o século V e VI e ficou conhecido por meditar olhando paredes. Existem várias histórias em torno do monge, e uma das lendas diz que o monge meditou durante 9 anos até suas pernas e braços se atrofiarem, e por isso a forma redonda do Daruma representa Bodhidharma em seu estado de meditação com os membros encolhidos e atrofiados. 

A tradição iniciou-se no templo de Daruma, na cidade de Takasaki (Gunma) durante a era Muromachi. Li em um site que devido à fome e pobreza que a região estava enfrentando,  a produção de Darumas serviu como fonte de renda à população local. Em Takasaki, aproximadamente 100 famílias produzem cerca de 1,6 milhões de Darumas e anualmente, nos dias 6 e 7, aproximadamente 400 mil pessoas vão à região comprar os amuletos para o resto do ano.

Como funciona: Um dos principais objetivos de alcançar o estado de iluminação (nirvana) é enxergar com a mente ao invés dos olhos. Esse feito foi alcançado por Bodhidarma após remover suas pálpebras para evitar que dormisse durante seus 9 anos de meditação. Por isso, o boneco vem sem os olhos e no momento do pedido, é pintado um olho. Assim que ele se realiza, pintamos o outro em sinal de gratidão (parece até chantagem com o coitado). No início do ano, os darumas com os dois olhos pintados costumam ser queimados nos templos japoneses. 


Um fato muito importante é que não devemos nos presentear com o Daruma, e sim receber de presente para que o desejo se realize. Então, que tal presentear os amigos e parentes?


Comentários