quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Seiha do Brasil - Honpa Hongwanji - Brasília - 04/Agosto/2012

Aproveitando um congresso de Economia da Saúde em Brasília, tive a honra de fazer um inédito dueto com minha mestra de koto, shamisen e minyo, Kitahara Tamie. O evento ocorreu no templo budista Honpa Hongwanji de Brasília (diga-se de passagem, um templo muito bonito). 




Fomos recebidos pela Leiko e seu marido, além do monge do templo, Sr. Sato. Após deixar os instrumentos no local, tivemos uma conversa muito boa durante o almoço no restaurante japonês New Koto. A conversa envolveu desde budismo e cultura japonesa até política. 



O monge e a sensei explicaram coisas muito importantes da cultura japonesa como o "Itadakimasu", "Gotsosama deshita" e "Onegai shimasu", que infelizmente, vem perdendo o costume não só entre os descendentes, mas também entre os próprios japoneses. 


Voltando ao templo, arrumamos os instrumentos e vestimos os kimonos. Para nossa surpresa, a apresentação contava com apenas poucos descendentes de japoneses na platéia e muitos brasileiros, o que nos deixou muito contentes. Tocamos peças clássicas como Shoraifu e Tsuru no Koe, além de músicas conhecidíssimas pelos japoneses como Sakura Sakura e Toryanse. Pude também mostrar um pouco do Tsugaru Shamisen e finalizamos com três minyos (músicas folclóricas): Kaigara Bushi, Gion Kouta e Soran Bushi.


Talvez por nunca terem tido algum contato ao vivo com essa arte tradicional, todos vieram conversar e perguntar muitas coisas ao final da apresentação, demonstrando muito interesse. Fiquei muito feliz com algumas palavras do monge Sato, como sua vontade de sempre transmitir os ensinamentos budistas não para os descendentes somente, mas principalmente para os brasileiros, uma vez que a colônia japonesa é um pouco fechada.

Com esse sentimento, conduzimos a apresentação e explicamos sobre os instrumentos e as músicas apresentadas. Muito obrigado ao monge Sato e sua equipe pela organização e ajuda com a apresentação! Contem sempre conosco quando precisarem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário