terça-feira, 8 de novembro de 2011

Koto (箏) – Introdução

O koto é um dos instrumentos japoneses mais tradicionais e várias vezes foi citado em tópicos neste blog. Agora nada mais que merecido um post específico sobre ele. O instrumento tem origem da China e foi introduzido durante o período Nara. Buscando-se informações sobre o instrumento, vamos verificar que ele teve origem a partir do instrumento chinês guzheng.


Guzheng



Além do koto japonês, o guzheng deu origem a outros instrumentos na Ásia como o yatga da Mongólia, o gayageum da Coréia e o dan tranh do Vietnã. Podemos perceber que todos possuem uma forma semelhante e utilizam o cavalete para a afinação de cada corda.


Dan Tranh, do Vietnã

Gayageum, da Coréia

Yatga, da Mongólia

O koto tem aproximadamente 180 centímetros e é feito de uma madeira chamada kiri (Paulownia tomentosa). Fiquei impressionado com a beleza dessa árvore vendo as fotos na internet!


Paulownia tomentosa


O koto tradicional é composto de 13 cordas (existem também kotos com 17, 20 e 40 cordas), cada qual acompanha um cavalete chamado ji, que é responsável pela afinação do instrumento e é tocado com um tipo de palheta coloca no dedo indicador, polegar e médio, feito de marfim, chamado de tsume (literalmente “unha” em japonês).


Grupo Seiha Brasil de Koto em uma apresentação no Centro Cultural

Uma curiosidade do koto é que dizem que a forma do instrumento é como o corpo de um dragão, e como veremos futuramente, as diferentes partes do instrumento possuem nomes associados à esse ser mitológico.

Leia mais sobre a história do koto em http://etenraku.blogspot.com/2011/11/koto-historia.html e http://etenraku.blogspot.com.br/2011/11/koto-estilos.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário