domingo, 20 de novembro de 2011

Koto (箏) – Estilos


Atualmente existem duas correntes, a Ikuta Ryu (da qual faço parte) e a Yamada Ryu. A escola Ikuta foi fundada por Ikuta Kengyo (1757 a 1817) no final do século XVII baseada na transposição para o Koto das fórmulas existentes para o Shamisen (Sangen) principalmente na alternância de cantos com instrumentais originados do Jiuta. A característica fundamental desta escola está em sua ênfase nas técnicas instrumentais.

A escola Ikuta, por ser composta principalmente de kumiuta, não fez tanto sucesso em Edo por onde era preferido às músicas locais acompanhadas de shamisen. Portanto, não haviam muitos alunos na região e no final do século XVIII surgiu a escola Yamada fundada por Yamada Kengyo (1757 a 1817). A escola se baseia em narrativas inspiradas nas peças de shamisen, no teatro Noh e poemas épicos acompanhados do biwa, dando um maior destaque ao canto.

Apesar de terem algumas peças do repertório em comum, os estilos se diferem na sua orientação. Tecnicamente o estilo de execução também é diferente. No Ikuta-ryu, o shamisen tem grande participação e importâncias nas músicas, enquanto no Yamada-ryu, é somente um instrumento de acompanhamento, dando-se maior destaque ao koto. A escola Ikuta-ryu se desenvolveu bastante na região de Kansai e a Yamada na região de Kanto.

O formato da unha (tsume) é diferente. O estilo Ikuta usa a unha com o formato retangular, e o estilo Yamada adota uma unha de forma oval, isto leva os instrumentistas sentarem de maneira diferente com relação ao instrumento. O instrumentista da escola Ikuta senta num ângulo oblíquo enquanto o da escola Yamada senta em ângulo reto. A posição que a mão toca as cordas também difere; a escola Ikuta toca com a mão inclinada em relação às cordas, e a escola Yamada toca com a mão na posição vertical.


Tsume da escola Ikuta
Tsume da escola Yamada

Nenhum comentário:

Postar um comentário